Escolha uma Página

Aprenda a ganhar escalabilidade fazendo consultoria

por | jul 3, 2018

O que é preciso para se ter um negócio escalável? Que tipo de estratégias precisam ser seguidas para alcançar esse objetivo?
 
Estratégias não escaláveis podem ser sim um bom caminho para chegar em um negócio escalável, continue lendo e você irá entender.
 
Primeiro, se quiser ter um negócio escalável é extremamente importante você entender exatamente quais são suas características.
 
Isso será a base para você seguir a estratégia que vou te mostrar!
 
Nesse artigo vamos falar dos tópicos:
 

 

O que são negócios escaláveis?

 
o que são negócios escaláveis
 
Conforme uma empresa cresce, naturalmente seus custo também, certo? Pois você precisa investir para ter crescimento.
 
Ser escalável significa ter a possibilidade de atender 100 clientes com os mesmos custos e estruturas com que se atende 10. Essa é a habilidade que um negócio tem de crescer sem que isso prejudique a sua qualidade ou lucro.
 
Sendo assim, é possível expandir ganhos sem necessariamente aumentar as despesas na mesma proporção.
 
Negócios escaláveis possuem algumas características próprias deles. Iremos falar sobre algumas das principais adiante.
 

Características importantes da escalabilidade de um negócio

 
Características importantes de negócio escaláveis
 

Replicabilidade

 
Um modelo negócios replicável será aquele que possui determinados padrões fáceis de serem reproduzidos em outros ambientes.
 
Se você por exemplo decide atender um novo nicho de mercado, ou quem sabe quer expandir o negócio para outros países, não serão necessários grandes adaptações para isso.
 
Isso é possível desde que suas propostas de valores e suas atividades e recursos chaves possam permanecer intactos. Assim você precisará fazer apenas pequenas adaptações para atender de forma relevante suas personas nesse novo cenário.
 

Inovador

 
A ideia não precisa ser algo 100% original, nem contar com os melhores recursos, mas precisa ser algo que funcione de forma única, que traga uma experiência e valor ímpar para os usuários e clientes.
 
Por exemplo o iPhone está sempre em alta no mercado, mesmo que não possua os melhores hardwares ou softwares e que tenha valores mais salgados do que a maioria.
 
Ainda sim, o iPhone proporciona aos usuários uma experiência completamente única, que ainda não foi experimentada em outros aparelhos, isso é inovação.
 
O Uber por exemplo surgiu em um momento em que já existiam táxis, táxis executivos e aplicativos para táxis, porém ele aprimorou toda a forma de como serviço era entregue aos passageiros. Essa inovação rendeu seu sucesso atual.
 

Processos automatizados e padronizados

 
O primeiro passo seria entender plenamente quais são as atividades chaves, que você precisa desempenhar em seu negócio, para que ele gere os resultados esperados.
 
Depois disso, é tornar tudo o mais simples possível, eliminando qualquer passo que não seja extremamente necessário, ou seja, não gera nenhum ou quase nenhum valor ao processo.
 
Agora com tudo simples e enxuto, você precisará padronizar e automatizar aquilo que mostrou ter grande valor para seus processos e fazer mudanças em nas partes que não, até tudo estar otimizado.
 
Redução de custos e ganho de eficiência são pontos já conhecidos dessa característica de um negócio escalável. Esses benefícios contribuem com possibilidade de expandir sua empresa sem que os custos elevem muito.
 

Ensinável

 
Essa característica dependerá diretamente de sua habilidade em contratar excelentes pessoas. E claro, tendo processos simples e padronizados já definidos também ajudará.
 
A ideia é que seja possível repassar conhecimento de tarefas e informação a todas as pessoas dentro da empresa, com o mínimo de ruído e com o máximo de clareza.
 
Cada um precisa compreender profundamente seu papel dentro da empresa, por mais fora do padrão que seja sua estrutura e divisão de atividades.
 
Você pode usar por exemplo, treinamentos preparatórios, estratégias de “Phase-out”, manuais, ferramentas para automatizar processos, modelos de gestão enxutos e/ou ágeis e por aí vai.
 
Isso também ajuda a manter a qualidade dos funcionários no geral, pois ficam mais independentes e procuram se destacar.
 
Quando você possui um modelo de negócio com estruturas que o tornam facilmente ensinável, à diferentes áreas e pessoas é possível obter grandes resultados com pequenas equipes.
 

Exemplos de empresas que escalaram

 
Exemplos de empresas que escalaram
 
Empresas escaláveis que são bem conhecidas hoje em dia são Uber, Airbnb, Rappi e Ifood. Elas são exemplos claros de negócio com escalabilidade, mesmo expandindo seu alcance os custos pra mesmas não aumenta tanto.
 
Por exemplo, o Airbnb não é dono das casas e apartamentos que ajuda a alugar, mas seu serviço possibilita visibilidade aos locadores de oferecer seu imóvel e facilita a busca de locatários interessados.
 
Só no Brasil em 2017 o Airbnb contava com 2,2 milhões de usuário na plataforma, o que representou um crescimento de 120% em relação a 2016.
 
O Ifood, Rappi e outros aplicativos delivery causaram impactos sem precedentes no mercado de alimentação e isso ainda continua crescendo.
 
O Ifood por exemplo, cresceu mais de 120% em apenas 5 anos e transaciona mais de 6,6 milhões de pedidos mensais.
 

E produto escalável?

 
Um exemplo básico são Ebooks. Você mesmo consegue escrever e lançar uma versão online de um livro sem que isso lhe custe muito de investimento, e lhe permite ter um alcance enorme de leitores.
 
Softwares também são bons exemplos de produtos escaláveis, assim como aplicativos móveis de redes sociais já conhecidas como Facebook e Instagram. Olha isso!
 
O Instagram com apenas 13 funcionários, foi vendido por 1 bilhão de dólares, são $ 76.923.076,92 milhões por funcionário.
 
O Whatsapp tinha 55 funcionários e foi vendido por 19 bilhões de dólares, são $ 345.454.545,45 milhões por funcionário.
 
As duas empresas atendiam milhares de usuários com lucro absurdamente alto, e custos extremamente irrelevantes.
 
Todas essas informações e outras mais podem ser encontradas no vídeo sobre evolução de mercado e de empresas do canal Growth Tribe.
 
Realizável com pouca mão de obra, menor custo de investimento, possibilidade de expansão sem afetar o orçamento…produtos escaláveis possuem muitas vantagens!
 

Estratégia não escalável de sucesso

 
estratégia não escalável de sucesso
 
Um tipo de estratégia não escalável é começar seu negócio entregando suas propostas de valores através de uma consultoria.
 
Prestando um serviço de consultoria à clientes, você pode aprender muito mais sobre o mercado que está inserido.
 
Será capaz de ver, problemas, dificuldades e necessidades do seu nicho de mercado de um outro ângulo, além é claro de poder interagir diretamente com seus clientes e observar a forma como eles enxergam cada um de seus problemas.
 
Com essa experiência você pode ganhar grande clareza dos tipos de soluções que o mercado está precisando e se existem concorrentes ou maiores dificultadores para se iniciar uma idéia.
 
Existem alguns problemas comuns nas empresas que podem ser identificados quando se começa a prestar consultorias.
 
Durante uma consultoria por exemplo, você pode se deparar com problemas de produtividade de funcionários, dificuldade com contratação, prospecção de clientes qualificados, entre vários outros e entender a fundo porque eles acontecem.
 
Pensar em soluções pode resultar em uma idéia de produto escalável, talvez um aplicativo, um sistema, um SaaS ou Cursos Online que resolvam essas dores que você identificou.
 
Isso você só conseguiria notar estando dentro de uma empresa, e a consultoria pode proporcionar essa excelente oportunidade para você.
 
Há muitas outras vantagens em ser um consultor e além de todo o networking criado e habilidades melhoradas.
 
Você também acaba acumulando uma renda que pode servir para investir em um novo empreendimento, além de uma carteira de clientes que pode migrar para seu novo produto escalável, Bacana né?
 

Empresas que começaram com consultoria e escalaram

 
Consultorias de sucesso que escalaram
 

Marketing Com Digital

 
Natanael Oliveira conta neste vídeo sobre como começou seu negócio dando consultoria de marketing digital, passando um tempo trabalhando sozinho até conseguir montar sua agência.
 
Graças a renda obtida com seus contratos de consultoria ele foi capaz de construir um novo tipo de consultoria mais escalável para sua agência, trabalhando muito menos e obtendo melhores resultados para seus clientes.
 
Como sua renda teve um aumento considerável e seus custos reduzidos devido seu novo modelo de consultoria, ele foi para um novo nível de escalabilidade.
Começou a produzir e vender cursos online a partir de uma nova empresa. Para cada curso produzido ele consiga centenas de alunos o que gerava um crescimento exponencial para seu negócio.
 

Reev

 
Outro caso são os criadores do Reev, uma ferramenta da Outbound Marketing Consultoria, empresa focada em consultoria de marketing e vendas.
 
Neste outro vídeo o Vinícius Mayrink, co-fundador da Outbound Marketing Consultoria, conta como começou seu negócio.
 
Ele criou um blog junto com seu sócio falando sobre outbound marketing, acreditando em suas próprias capacidades na produção de conteúdos de qualidade, coisa que eles já sabiam que não tinha aos montes.
 
Graças ao blog começaram a gerar interesse de clientes querendo consultoria, e eles então aceitavam e ampliavam cada vez mais o número de clientes.
 
Não tinham sequer uma estrutura para o atendimento, então prestavam o serviço dentro dos próprios clientes ou de casa.
 
Com o tempo viram que era melhor mudar o modelo de uma consultoria presencial para remota, isso já tornou a proposta mais escalável e com menor o custo tanto para eles como para seus clientes.
 
Depois de ampliarem a equipe de consultoria e organizarem a empresa, resolveram focar em um novo negócio voltado a produto.
 
Durante a consultoria foram capazes de enxergar diversas dificuldades e demandas para as estratégias que implementam em seus clientes, com isso desenvolveram o Reev que é uma ferramenta que automatiza todo o processo de outbound marketing.
 
Com o produto no mercado o crescimento da empresa acelerou, hoje eles já contam com uma boa quantidade de clientes e continuam crescendo.
 

Conclusão

 
Como dissemos no início, a ideia aqui era mostrar como é possível usar estratégias não escaláveis para criar um negócio escalável. A consultoria foi apenas um exemplo dessa possibilidade.
 
Um negócio escalável pode ter um crescimento sem limites como mostramos, você pode e consegue expandir para onde quiser, sem que isso afete muito os custos que você já possui com seu empreendimento.
 
Uma outra vantagem é que a sua estrutura permite também que no geral, caso sejam necessárias mudanças no seu negócio, ele sofra o menor impacto possível.
 
E tudo isso pode ser possível de ser executado utilizando equipes pequenas, que representam ainda mais efetividade e bem menos custos.
 
Começar tudo isso prestando consultorias pode ser uma alternativa de baixo custo para você, e também vai te dar uma renda em retorno.
 
O conhecimento que você adquire ao exercer o papel de consultor, te abrir novas possibilidades e caminhos de escalabilidade.
 
Nós desenvolvemos um serviço de consultoria, que ajuda empreendedores iniciantes a tirá suas idéias do papel, seguindo passos simples e objetivos, construindo um primeiro produto e lançando ele no mercado. Vem bater um papo com agente!

Shares