Escolha uma Página

Comece a empreender com menos riscos e insegurança

por | jun 28, 2018

Empreender não é fácil, mas também não é impossível. Quer saber como diminuir riscos e empreender com menos insegurança? Leia esse texto até o final.
 
Quem entra no mercado apenas com “a cara e a coragem” acaba se surpreendendo com uma concorrência acirrada e um público extremamente criterioso. A falta de embasamento para iniciar um negócio acaba levando muitas empresas à falência.
 
Para se ter uma ideia, segundo um estudo do IBGE, divulgado em outubro do ano passado, a maioria das empresas que nascem no Brasil fecham as portas em até cinco anos.
 
E por que isso acontece? Bom, não é apenas por conta da crise econômica vivida pelo país, mas principalmente por que boa parte dos novos negócios que surgem diariamente oferecem as mesmas coisas.
 
Basta procurar por um serviço e comparar as ofertas de duas ou três empresas concorrentes que você irá notar que todas elas trazem ao mercado, produtos e serviços que entregam valores muito parecidos.
 
Abaixo daremos dicas que você vai precisar para dar o primeiro passo e empreender com um mínimo de solidez e segurança e ter uma chance de superar os números negativos do mercado brasileiro.
 
Neste artigo vamos abordar os seguintes tópicos:

 

Validando uma ideia de negócio com mais assertividade

 
Validando uma idéia de negócio com mais assertividade
Todo negócio começa a partir de uma ideia, que geralmente achamos que é algo brilhante. Bom, às vezes até pode ser, mas na maioria das vezes acaba sendo algo comum. É essa dúvida que temos de tirar antes de colocar um projeto em prática.
 
Validar a sua ideia é muito importante para ter uma noção mais precisa, de quais são as suas chances e os riscos que você enfrentará ao atuar em certo nicho de mercado.
 
Bom, antes de tudo, já adianto que para checar qual é o potencial do seu futuro negócio é preciso de tempo, não é do dia para a noite.
 
Identificar uma dor real não será possível se você se basear apenas em estudos já prontos ou tendências de mercado. É preciso ir a campo, falar diretamente com seus futuros clientes e entender o que eles precisam, quais são suas carências, só assim você poderá criar produtos que resolvam esses problemas.
 
Todo nicho de mercado tem suas carências, basta entender como você pode atendê-las. Não entre no mercado “feito um louco”, e sim construa uma marca de valor.
 

Realizando uma pesquisa de mercado eficiente

 
pesquisa de mercado eficiente
 
O primeiro passo é realizar uma pesquisa de mercado, veja como montar a sua:
 
Medir o potencial do mercado é o passo inicial para realizar sua pesquisa. Algumas perguntas que devem ser respondidas são:
 

  • Qual tamanho desse nicho de mercado? (Identificar onde está o público-alvo para saber se há um grande ou pequeno número de pessoas interessadas em uma solução).
  • Qual seu potencial de investimento? (Qual é a renda desse público? E quanto ele se propõe a pagar por produtos e serviços).
  • Qual é o nível de necessidade desse mercado?  (A dor de seus potenciais clientes é grande ou nem tanto? Para eles é emergencial e prioritário resolver essas dores? ).

 
Essas três questões devem basear toda a sua pesquisa para que você possa se aprofundar em um nicho de mercado. A partir delas, você deve montar um perfil de seus potenciais clientes e identificar uma oportunidade de negócio.
 
O ideal é que você utilize questionários de pesquisa que contenham questões simples e rápidas que os consumidores consigam responder em poucos minutos. O formulário deve conter questões abertas, dando liberdade para as pessoas responderem da forma que quiserem, e fechadas, com algumas opções para marcação.
 
Os formulários do Google, enquetes em redes sociais são excelentes ferramentas para fazer um boa pesquisa de mercado.
 
A intenção da pesquisa de mercado é mostrar que sua ideia inicial de negócio vai de encontro à necessidade real dos consumidores de um certo nicho.
 

Identificando dores reais de potenciais clientes

 
Identificando dores reais de potenciais clientes
 
Identificar a dor dos clientes não é nada fácil. É preciso entender a fundo as carências de um mercado para conseguir encontrar as reais necessidades.
 
Geralmente, as dores dos consumidores estão ligadas a questões como:
 

  • Dificuldades financeiras;
  • Pouca ou nenhuma oferta de produtos e serviços para certos fins;
  • Soluções que prometem e não cumprem, ou seja, que não resolvem necessidades;
  • Dificuldades para atração e retenção de clientes (no caso de empresas).

 
E para saber como atuar nesse mercado, é preciso aplicar uma pesquisa de mercado bem definida. Mas como fazer isso?
 
Um questionário com perguntas abertas e fechadas é a combinação ideal para extrair a maior quantidade de dados possíveis, estimulando seus potenciais clientes a falarem abertamente sobre seus problemas.
 
Pegando um exemplo fictício, imaginemos que você queira investir no mercado de barbearias, um mercado novo que vem sendo um bom alvo de apostas, as perguntas fechadas podem lhe ajudar a entender questões específicas, confira alguns exemplos:
 

  • O que leva você a escolher uma barbearia? (Aqui poderiam ter opções como atendimento, preço, qualidade dos produtos, etc);
  • Com qual periodicidade você vai a uma barbearia? (De quanto em quanto tempo, os consumidores frequentam esse tipo de estabelecimento)
  • Quais produtos e serviços deste ramo que você mais compra? (Lista com todos os produtos e serviços possíveis para ter uma noção da necessidade de cada um para esses clientes)

 
Essas perguntas podem lhe ajudar a entender entrevistados mais tímidos que não consigam desenvolver uma opinião em perguntas abertas.
 
Já as perguntas abertas podem ajudar você a entender melhor os motivos das carências, confira alguns exemplos:
 

  • No que uma barbearia precisa investir para conseguir clientes? (O consumidor vai apontar os principais pontos para se ter uma “barbearia de primeira”)
  • O que você acha que falta nas barbearias que você frequenta ou conhece? (Aqui ele  vai relatar o que mais ele sente falta nesses lugares)
  • Você consegue resolver seus problemas com os produtos e serviços ofertados? (Aqui, você irá identificar melhor as dores desse mercado)

 
Todas as três perguntas acima, abrem uma oportunidade de conversação com seu futuro cliente. Assim, é possível entender quais são seus desafios, seus objetivos e o que o motivou a dar tal resposta.
 
Para tornar seu questionário mais assertivo, você pode adotar uma das técnicas da metodologia Spin Selling.
 
Como funciona? Você pode se juntar com um grupo de pessoas mais próximos como parentes e amigos que tenham familiaridade com o assunto e ter uma ideia inicial das principais dores potenciais.
 
A partir daí, você conseguir criar uma entrevista para um público mais amplo, verificando não apenas se essas dores são reais, como também já testando soluções para resolvê-las.
 

Crie produtos e serviços para atender suas personas

 
Design Thinking criando produtos para suas personas
 
Após realizar sua pesquisa de mercado, você deve analisar os dados e chegar a um perfil comum desses potenciais clientes, isso é o que chamamos de persona.
 
A persona é uma representação fictícia, mas baseada em dados reais, e pode tornar mais fácil o desenvolvimento de soluções para resolverem os problemas de seus clientes.
 
Com essa definição bem mais aprofundada sobre seus potenciais clientes, é possível focar naquilo que importa. Em outras palavras, agora você sabe para quem está desenvolvendo um produto ou serviço.
 
Você também pode usar o Design Thinking um método bem famoso que foi muito utilizado por empresas como Apple, Tovts, Sony, P&G e outras, para criar produtos de grande relevância e resolvessem as piores dores de suas personas.
 
Dessa maneira também é possível testar seus produtos e serviços com uma base menor de clientes, para conseguir feedback e identificar possíveis falhas e notáveis acertos, moldando a solução para quem irá comprá-la no futuro.
 

Qual é a importância de realizar esse processo para ter um negócio de sucesso?

 
Importancia de mapear seu mercado e cliente e construir um negócio de sucesso
 
Aqui na Colmeia, sempre nos deparamos com clientes que sabem onde querem atuar, mas não sabem como. Esse é um problema comum de muitos empreendedores!
 
O mercado está mais concorrido e possui consumidores clamando por experiências únicas. Apostar numa ideia que não foi comprovada ou testada e nem, de fato, pode ser uma necessidade real é um risco enorme para começar um negócio.
 
A pesquisa de mercado não serve apenas para identificar as dores de potenciais clientes, ela vai muito além disso. Com esse método, você terá uma noção real do comportamento desses consumidores e poderá desenvolver estratégias para conquistar esse público.
 
O sucesso no mercado não se resume a criar produtos e serviços que resolvam problemas, mas também se deve a um grande poder de atendimento aos cliente e ao entendimento sobre o seu nicho de mercado.
 
Com base nos dados adquiridos durante todo esse processo, você poderá ter uma noção mais assertiva do que, por que e para quem você está vendendo.
 

Conclusão

 
Espero que este artigo tenha ajudado a organizar suas ideias antes de começar um negócio. Nos tópicos é possível ter uma noção real da importância de realizar todo esse processo de imersão em um nicho de mercado.
 
Mostramos com exemplos práticos e definições simples como você pode criar uma empresa que oferece soluções para necessidades reais.
 
É por isso, que conversamos com nossos clientes, para que eles consigam apostar em produtos que gerem resultados, esse é o nosso objetivo!
 
Podemos ajudar a tirar o seu negócio do papel e galgar cada degrau com você, como seu parceiro, desde a idealização do seu produto até o desenvolvimento dele. Nossa missão é ajudá-lo a desenvolver produtos baseado em softwares enxutos altamente relevantes. Vem bater um papo com a gente!

Shares